006

Visita técnica a Fábrica de Ração CAPUL

Os alunos dos cursos de Administração e Agronomia da FACTU – Faculdade de Ciências e Tecnologia de Unaí, realizaram no dia 30 de maio de 2019, visita técnica a Fábrica de Ração da CAPUL, por intermédio das professoras Cláudia Machado e Lidiane Santos, em busca de aprofundar os conhecimentos sobre como funciona o cooperativismo e qual a receita para desenvolverem com maestria todos os seus produtos no que diz respeito nutrição animal.

Fomos muito bem recepcionados por um de seus colaboradores Marcelo Valadares, que nos fez uma breve introdução sobre a importância da cooperativa para seus cooperados, e disse que a cooperativa vem sofrendo vários ajustes afim de se adequar para as atividades de seus cooperados, pois de nada adianta ser cooperativa e não manter o foco nos seus principais “clientes” os cooperados, estes ajustes acontecem consequente as mudanças orquestradas por um dos setores que mais exige resiliência, pois os contratempos são vários que podem afetar diretamente no ganho do produtor, principalmente quando se olha para o beneficiamento, armazenamento e industrialização, a nossa região é rica em matéria prima, e nada adianta se esta matéria prima não for beneficiada para produzir ração que atenda as necessidades nutricionais dos animais.

Nesta visita foi claramente observado o envolvimento da CAPUL com a necessidade dos seus cooperados, deste modo passou a investir fortemente em maquinários para o beneficiamento dos grãos produzidos aqui mesmo em nossa região, atendendo um setor deficitário para o cooperado, no início era processados seis tipos de ração, diante a qualidade e aceitação destes produtos, foi necessário a ampliação da fábrica para atender toda demanda, neste momento observou que existia oportunidade de investimento e ganho em comum para todo município, cooperados, população unaiense, e produtores rurais que entregam sua produção para cooperativa.

Hoje conta com uma produção de mais de 100 tipos de ração para suínos, aves, peixes, bovinos, caprinos, equinos, etc. Isto só pode ser alcançado devido o trabalho árduo e investimentos pontuais em tecnologia e controle rigoroso de qualidade, incrementando no valor e nos resultados para os cooperados. No local existe um laboratório de ponta por onde passam matérias primas até o produto final, atendendo as normas de sanidade do MAPA.

Em resumo o nosso muito obrigado às professoras supracitadas, a cooperativa pela receptividade e a FACTU, que proporcionou mais este momento de aprendizado e enriquecimento profissional.

Matéria escrita pelo Acadêmico de Agronomia: Rodrigo Teixeira de Paula

Deixe um Comentário...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *